< Falcão-críptico | Falcão-relógio >  
 

Tanatau Micrastur mirandollei (Schlegel, 1862)
Ordem: Falconiformes | Família: Falconidae | Monotípica

Highslide JS
Indivíduo adulto. Foto: Henrique Coelho

Falcão de hábitos discretos e pouco conhecidos. Vive no interior de florestas densas, é um especialista na captura de aves, em suas caçadas arremete de poleiros camuflados pela vegetação e persegue suas presas através de voos ágeis. Conhecido também como falcão-mateiro-cinza.


Descrição:
Mede de 40-45 cm de comprimento, peso de 420 g (macho) e 500-556 g (fêmea) (Bierregaard & Boesman, 2013). Adulto possui dorso cinza-escuro contrastado com o ventre branco; cera, bico e tarsos amarelos e íris castanha; cauda é escura com três faixas brancas. O jovem apresenta dorso marrom quase negro, com partes inferiores creme e peito marrom estriado.

Espécies similares: Adulto pode ser confundido com o tauató-pintado (Accipiter poliogaster), diferenciando-se principalmente pelo íris escura e pela área nua da face mais protuberante.

Dieta e comportamento de caça: Alimenta-se principalmente de pequenas aves, e em menor frequência de lagartos e serpentes. Procura suas presas a partir de poleiros ocultos pela vegetação, de onde lança-se em voos ágeis e acrobáticos, capturando suas presas no ar ou no solo.

Sick (1997) relata que o tanatau pode pousar em poleiros baixo na vegetação e emitir chamados para atrair pequenos passeriformes curiosos com o som. Assim, quando as aves se aproximam demais, o falcão se lança em um voo rápido e captura uma das aves. Segundo Sick (1997), os passeriformes migratórios oriundos do hemisfério norte caem com facilidade nesta estratégia do falcão, já que eles não estão habituados com os perigos da floresta amazônica.

Reprodução: Biologia reprodutiva desconhecida, provavelmente nidifica em cavidades de árvores como nos outros falcões-florestais.

Ninhos equatorianos supostamente dessa espécie (De Vries & Melo 2000) provavelmente se referem a uma espécie de Accipiter, como argumentando por Thorstrom (2002).

Distribuição geográfica: Ocorre no Panamá, Guianas, Venezuela, Colômbia, Peru, norte do Brasil, além de uma população disjunta na Mata Atlântica do leste do Brasil (norte do Espírito Santo e sul da Bahia).

Habitat e comportamento: Espécie estritamente florestal, discreta e pouco conhecida. Vive na parte alta da floresta, habitando matas de terra firme e matas secundárias altas em beiras de rios e igarapés com margens florestadas.

Conservação: Espécie rara e pouco conhecida. Devido à perda de habitat, a raridade natural e comportamento discreto, o M. mirandollei permaneceu algumas décadas sem registros na Mata Atlântica, foi recentemente redescoberto no bioma por um grupo de observadores de aves (Wagner Coppede, Susana Coppede e Justiniano Magnago) na Reserva Natural Vale, em Linhares/ES. Provavelmente a população de M. mirandollei da Mata Atlântica está seriamente ameaçada de extinção, confinada nos poucos remanescentes florestais preservados do Espírito Santo e Bahia.

Movimentos: Espécie residente.

 

:: Página editada por: Willian Menq em Abr/2018. ::

 


Referências:

Bierregaard, R.O., Jr & Boesman, P. (2013). Lined Forest-falcon (Micrastur gilvicollis). In: del Hoyo, J., Elliott, A., Sargatal, J., Christie, D.A. & de Juana, E. (eds.) (2013). Handbook of the Birds of the World Alive. Lynx Edicions, Barcelona.

De Vries, T. & C. Melo (2000) First nesting record of the nest of a Slaty-backed Forest-falcon (Micrastur mirandollei) in Yasuni National Park, Ecuadorian Amazon. Journal of Raptor Research 34:149-150.

Sick, H. (1997) Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro. Nova Fronteira.

Thorstrom, R. (2002) Comments on the first nesting record of the nest of a  Slaty-backed Forest-falcon (Micrastur mirandollei) in the  Ecuadorian Amazon. Journal of Raptor Research 36:335-336.

Site associado: Global Raptor Information Network

 

 

Citação recomendada:

Menq, W. (2018) Tanatau (Micrastur mirandollei) - Aves de Rapina Brasil. Disponível em: < http://www.avesderapinabrasil.com/micrastur_mirandollei.htm > Acesso em: .



 
 

Distribuição Geográfica:

Status: (LC) Baixo risco

Canto - (gravação: Alexandre Renaudier)
By: xeno-canto



Indivíduo adulto.
Alta Floresta/MT, Junho de 2009.
Foto:
Rudimar Cipriani
 
Highslide JS
Indivíduo Jovem.
Presidente Figueiredo/AM, Jun 2014.
Foto:
Robson Czaban